Pesquise

15.7.06

Mentes Poluídas

Associação Mentes Poluídas do Amanhã
Foi declarado, pela Presidente, em 09 de julho de 2006, no blog Universo Bizarro, fundada a Associação Mentes Poluídas do Amanhã. O objetivo dessa associação é associar o inassociável para alguns e o facilmente associável para os mentes poluídas do amanhã, desconfundir o confundível e desobviar o óbvio. Nós somos o futuro pensante da poluição mental.

Diretoria:
Presidente: JKishin
Vice-presidente: Mafass
1° secretário: Marco

Regras:
Esta é uma associação aberta. Qualquer pessoa pode se tornar um associado. As reuniões serão publicadas aqui no UniB e os textos, poderão ser publicados aqui ou linkados dos blogs associados. Aos associados é permitido escrever textos que desmistifiquem a poluição mental, que mostre as origens, o âmago das mentes poluídas. Torne-se um associado deixando seu nome e blog nos comentários.


**
Abaixo está o segundo texto da AMPA:

Quem foi que disse?
“Você me mostrou um mundo novo” falou uma mulher para a outra, ambas personagens de Belíssima, novela da Globo, enquanto brindavam com champagne. Tudo isso a bordo de um belo iate, em um mar azul. Um lugar paradisíaco.
As mentes poluídas interpretaram como sendo namoradas as duas moças. O interessante é que não houve nada que justificasse tal interpretação, senão vejamos: a) não houve beijo na boca; b) não houve declaração de amor e/ou paixão; c) não houve nem uma troca de olhar mais significante, insinuando tal relacionamento; d) nem sequer estavam de mãos dadas, etc.
A idéia de que são elas namoradas é infundada. Melhor, é fundada puramente na poluição mental, eis que uma pessoa – como eram as duas – que trabalha demais, vive no estresse diário de uma grande cidade, com o pensamento constantemente ligado à profissão, sem tirar férias, ao deparar-se com um final de semana longe das preocupações diárias com o trabalho, estando em um lindo lugar, nada mais natural do que agradecer a quem a levou até lá e lhe mostrou esse “mundo novo” – sem estresse, relaxante. Mostrou que há vida longe do trabalho, nada mais.
As mentes poluídas não levaram em consideração, nem por um instante sequer, a possibilidade de não haver um romance entre elas. Claro – argumentam – se estão somente duas moças solteiras em um iate, tomando champagne e felizes por estarem lá, como pode isso não ser um romance? Como podem elas não ser um casal de namoradas? Pode, sim, mas não para as mentes poluídas.

Um comentário:

Marco disse...

algo dito.