Pesquise

24.1.11

Pipas e sonhos...

Vi uma cruz sepulcral nos fios de energia na rua.
Era apenas o esqueleto de uma pequena pipa que ali se prendeu.
E era o sepulcro de um pequeno sonho repousado estático sobre a alta tensão, interte.
O vento já nao faz diferença, passa por entre os resquícios de voos e vai embora, sem fazer aquelas varetas alçarem voo e alcançarem o céu, levando consigo o menino que empunhava a corda que prendia a pipa à terra, e ao mesmo tempo elevava a criança aos céus, no embalo dos ventos...
____
Por Marco Vicente Dotto Kohler, 2011

4 comentários:

Igan Hoffman (fazendo o impossível) disse...

Esse menino de repente não seria você?

Marco Vicente Dotto Köhler disse...

ahn... não, pior que não sou eu hehe... na verdade não sei quem é. só vi o esqueleto da pipa num poste de energia...

Kelvim Vargas Inácio disse...

Boa definição...
Deveriam colocar este texto nas etiquetas das pipas. rsrs
Abraço!
http://arfh-arfh.blogspot.com

. disse...

nunca tive uma pipa (eu sei não tive infância)... massa

Abração http://momentoangelo.blogspot.com